PARANAGEO

03/11/14 - ITCG divulga a nova base cartográfica do Paraná

O Instituto de Terras, Cartografia e Geociências (ITCG) divulgou na terça-feira (01) a nova base cartográfica político-administrativa do Paraná. O novo produto, com uma escala mais detalhada, representa as divisas municipais ajustadas à base digital oficial, corrige as imprecisões cartográficas, implementa revisões realizadas por demanda dos municípios ou de interessados e passa a ser a base oficial para as instituições públicas estaduais na gestão do território.

A área dos municípios calculada sobre essa base também serve como um dos parâmetros para o repasse de recursos do Estado aos municípios.

A publicação anual da base cartográfica e do cálculo das áreas municipais é realizada desde 2002. O produto passava por processo de revisão, porém, continha vários equívocos.

“Hoje é possível ter informações mais precisas e específicas. Ainda existem trechos confusos, mas não na mesma proporção que a base anterior”, afirma a diretora de Geociências, Gislene Lessa.

A nova base cartográfica está publicada no site do ITCG:

www.itcg.pr.gov.br/modules/faq/category.php?categoryid=8#

O arquivo disponibilizado também tem a opção de remeter a imagem para o Google Earth.

GESTÃO DE DIVISAS – Um sistema de gestão de divisas municipais está sendo elaborado para tornar o processo de revisão mais efetivo.

A ferramenta vai classificar aproximadamente 3.500 trechos de divisa, possibilitando identificar se o limite ocorre com uma rodovia ou curso d’água, a legislação que define o trecho, se os nomes geográficos são certificados pelo Projeto Nomes Geográficos do Paraná e se ainda existem dúvidas de demarcação.

O sistema também conta com a parceria da Universidade Federal do Paraná (UFPR) – Departamento de Geomática. Alunos da universidade fazem estágio no instituto com a finalidade de que o trabalho de conclusão de curso (TCC) tenha a temática de análise de divisas. O processo é uma troca de informações.

O primeiro TCC foi concluído em 2013 e até o final deste ano outro deverá ser finalizado.

Fonte: ANPr